segunda-feira, 19 de julho de 2010

Uma pergunta básica para os ateus...



É certo que o cérebro humano é muitas ordens de magnitude mais complexo do que um chip (processador de computador), visto que, o cérebro humano é responsável pela criação de chips e não o contrário. No entanto, os ateus insistem em dizer que o cérebro surgiu ao acaso, um evento inesperado na natureza, "um grande trabalho do tempo, da evolução e da sorte". Eu pergunto então, porque os chips de computador não aparecem na natureza, ao acaso, visto que a probabilidade destes surgirem espontaneamente é muito mais fácil de acontecer do que essa maravilhosa caixa de pensamentos que temos na cabeça?


A lógica é simples... Pegue uma célula simples... Por exemplo uma ameba... Mesmo com sua simplicidade ela é muito mais complexa que um CHIP de computador, pois é viva com proteínas, aminoácidos, ácidos nucleicos, etc... Trabalhando em harmonia... Uma máquina perfeita, com capacidade replicativa natural que deixaria qualquer projetista robótico de queixo caído... Uma verdadeira assinatura de Deus! E isso para uma ameba... Imagine 100 dados... Dados de seis lados. Eu peço uma sequência exata de 60 dados, tipo 6, 2, 5... 4 e outra sequência menor de 4 dados. A primeira é muito mais complexa, seria a ameba, a segunda, muito mais simples, o CHIP. Porque na natureza não achamos a segunda e sim a primeira?

Mas você poderia dizer:

"A diferença fundamental é que um chip é um artefato e o cérebro é um sistema natural."

Concluo que você quer dizer que um artefato não ocorre ao acaso, mas o cérebro, ocorre ao acaso ajudado pelo tempo e pela sorte. E este cérebro, fruto da causalidade evolucionária bem afortunada consegue projetar algo intencional e consciente. Logo há intencionalidade e a consciência presente na natureza, nos átomos e nas partículas subatômicas, dos constituintes da matéria, sejam eles qual forem, que fazem a matéria ser matéria, possuem uma mente, uma psiquê, um padrão... Se assim não existisse isso, como a matéria poderia ela, sem consciência, projetar seres conscientes dotados de intencionalidade? Acaso? Acho que não... Seria mais fácil ar se transmutar em ouro espontaneamente! Ou do barro primordial surgir um intel core i7... Haja fé!

E ainda criticam os que creem que:

...formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente.

A física é prova disso, pois ela corre sobre trilhos e não é caótica e desordenada, pelo contrário há um padrão, leis, sentido. Sentido que os cientistas buscam encontrar com suas teorias como as das supercordas... Que certamente tocam uma bela sinfonia harmônica e organizada. Dica assista o filme Mind Walk (Ponto de Mutação).