quarta-feira, 2 de março de 2016

Sim, isto sim, mudará tudo. Isto és tu...


Há alguma coisa de que se possa dizer: Vê, isto é novo? Já foi nos séculos passados, que foram antes de nós. Eclesiastes 1:10

Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele. Provérbios 23:7a

Vê, pois, que a luz que em ti há não sejam trevas. Lucas 11:35
Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele. Come e bebe, te disse ele; porém o seu coração não está contigo.
Provérbios 23:7

Lembre-se que a verdadeira novidade não está no que se vê, mas em como se vê o que foi visto. Afinal existem dois tipos de cientistas os que veem coisas novas e os que vendo coisas novas ou velhas percebem detalhes que mudam todas as realidades nestas e naquelas. A imaginação é o laboratório do futuro. A imagem em ação é a criação do divino no homem e isto é mais importante que o conhecimento, pois o muda indelevelmente. Contra fatos não há argumentos, mas contra indivíduos determinados, espíritos fortes e inquebráveis em fé, não há fatos que não sejam dobrados em sua cognição. Como disse, inicialmente o novo está no caminho do olho do observador e não no objeto observado. O que muda não é a colher, é você. Assim como o homem vê ele é visto, essa autoconsciência é o fruto de todos os pensamentos. Sem fluxo pensante nada existe. Cogito Ergo Sum. Penso logo existo. Tudo vem dá e vai para a psique. Sem ela o mundo não está lá! O que você entende disto? Sim, isto sim, mudará tudo. Isto és tu...