quarta-feira, 16 de março de 2016

O PROBLEMA DA CULPA



“E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. ” – João 3:19 

Nos últimos dias muitos falam do PT e do Lula. Espero que você não veja que os problemas estão apenas no ex-presidente, ou nos outros. Reflita .... Assuma sua responsabilidade. Perceba que o maior cisco nos olhos é o que impede enxergar suas próprias faltas. O problema do Lula não é não fazer o que é direito, e sim afirmar que tudo é culpa do diabo, dos amigos, e que é o cara mais honesto do Brasil, como ele mesmo disse que muitos “crentalhões e crentinos” fazem, sem assumir a responsabilidade. 

Nisso ele acertou ao dizer, pois muitos “irmãos” são figueiras sem figos, verdinhas e vistosas fingindo com hipocrisia e falsidade ser o que não o são. O pior não é não ser é fingir que é! Sermos culpados todos somos em alguma coisa, mas o primeiro passo é saber reconhecer essa doença. 

O segundo é entregar essas culpas e dívidas que são nossas, para nosso maior e Verdadeiro amigo, Jesus. Se as culpas não são nossas, as glórias também não, sem qualquer sombra de jactância. Jesus sempre como um verdadeiro amigo nos corrigirá, quando necessário for. Melhor é ser corrigido agora que em cativeiro ficar.

E o terceiro é em agradecimento ajudar carregando nossa cruz, em ações de graças com humildade, por nossas dívidas quitadas, mesmo que parte das consequências colhamos. Isso confirma nossa fé. Isso é responsável. E isso sim é o correto ... 

Como digo no verso: 

"De certo colocou a culpa, como muitos, enganado espero, nos amigos, nos outros e no diabo. 
Sem coragem para cruz enfrentar, como seu maioral, principal principado desta cruz sempre foge sempre fugirá. 
Pois amigo não é e nunca será. Quem vive pela corrupção, pela corrupção morrerá!
Mentiroso, homicida, pai da inimizade. Inimigo de toda fraternidade.
Sem qualquer pudor a discórdia plantar para que se possível a amizade com Deus e a Verdade entre os homens obliterar.
Quem o diabo culpa, sem desculpa a culpa a ele voltará. 
Vem senhor revelar que aos pés da cruz, este sim é o lugar certo para a culpa estar, só ele a pôde quitar."

Uma hora a porta da graça vai fechar e só os culpados e orgulhosos não terão onde colocar seus crimes e fugirão Daquele que vem com as nuvens para trazer julgamento aos homens. Tais amaram mais as trevas do que a luz e por isso mesmo dela não achegaram, para que suas obras más não fossem reveladas. Nada disso prosperará, pois o que no oculto foi feito dos telhados será proclamado. E quando isso acontecer, sozinhos, de suas obras e injustiças, beberão do cálice da ira de Deus. O mortal não deve temer o mortal, mas sim a eternidade. E aquele que pode matar o corpo e lançar a alma, na eternidade ardente, no abismo ínfimo e inferior onde não há mais esperança e nem luz. Onde toda a graça ainda não está, se foi. Diante da eternidade até o diabo treme e teme! 

REPITA ESSA ORAÇÃO, NÃO APENAS NAS REDES SOCIAIS, MAS DE VERDADE, COM SUAS AÇÕES... 

“Não oro apenas pelo Lula e pela Dilma. Oro por você. Oro por mim. Que culpado, fui. Que agi com falsidade e interesse. Que com minha hipocrisia, orgulho e justiça própria contribui para que outros não se firmassem na Igreja. Que feridos, com Deus e o mundo, pois o mundo as vezes e mais vezes, está dentro da igreja, ou melhor dos templos humanos e mundanos, saíram para serem acolhidos pelo diabo. E por tal, amaldiçoam o teu bom nome que a mim me deste. Traga-os de volta. Mova céu e terra, mas os traga de volta, pois não posso pagar por esse sangue. Pai perdoa-me. Perdoa-me pelas minhas “politicagens santas” onde vendi a Verdade por uma mentira mais conveniente, visando o lucro falso e temporário. Que eles não fixem o olhar em mim, mas quando as ondas vierem eles estejam fitos em ti. Misericórdia quero. Não posso te pedir nada, pois sei que mesmo sabendo quem sou, apesar de mim e das minhas ações insiste em me perdoar. Então perdoa-me. Examina-me. Mostra minhas falhas. Com paciência, ajude-me a levantar. Dê-me uma boa história. Ajuda-me nas minhas falhas. Corrija-me ainda que doa. Revela-me em ti. Mostre-me quem sou na Luz. Pai prefiro ser punido por sua mão, em amor do que viver longe de seus altares. Ainda que um dia não queira mais tal remédio amargo, se for necessário dá-me o que a mim salva. Oro pelo povo brasileiro, como eu.... Que sempre dá um jeitinho para não tomar o medicamento grátis que poderá curar suas feridas e salvar sua alma. Não queremos mais jeitinhos queremos a eternidade, contigo.... Mais perto, ainda que seja dor.... De ti quero estar! ” 

- Rodrigo Lima, pelo VERBO, a ELE toda GLÓRIA.