domingo, 30 de agosto de 2015

Ao contemplar tua imensidão

Senhor em Teus braços descansarei,
e ao longo do caminho, nunca me cansarei,
Admiro sua graça infinita,
que repousa sobre mim todos os dias,
Na imensidão do Universo, confesso
que não posso ver nada além de Ti.
Eu me sinto como se tudo estivesse
acontecendo agora, vendo resplandecer;
a sua glória além do infinito,
socorrendo os aflitos, pois
Tu podes estar em todos os lugares
ao mesmo tempo.
No caminho pude te encontrar,
e a tua face contemplar,
Para que minha vida pudesse transbordar
de felicidade.
Posso te ver na complexidade da vida.
Fico a admirar tudo que me revelas através
da ciência, e me ensina ainda mais te amar.
Senhor Redentor da vida venha e cure nossas feridas,
e nos ensine a amar o que realmente É.

Ronaldo Moraes