segunda-feira, 21 de abril de 2014

Examinando a vida...

"O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. João 10:10" 

Uma vida não questionada não merece ser vivida, foi o que disse Platão. Questionemos então! A filosofia, a busca pelo saber, passa pela dúvida, mas até onde a dúvida pode nos trazer algo de útil? Quanto tempo é necessário para sacudir uma vida e a transformar? As palavras fazem a diferença? Os pressupostos e os subentendidos afetam nossos sonhos e nossa psiquê a ponto de agirem de modo permanente na realidade que nos cerca? O que é o pensamento? Onde esse caminho pensante nos leva? Há significado nessa jornada? O que é este significado? Algo externo que atua impressionando nossos sentidos? Ou algo de nosso mundo interno? O que são os signos, aliquid pro aliquo, os símbolos da vida? Somos uma imagem real ou apenas a virtualidade da alma num mar cognitivo? Somos apenas signos ou o logos? Quando os símbolos deixam de ser dados e passam a ser informação? Como se comportar com ética se não existe significado no viver?
Se você tem a consciência tranquila você é ético ou um psicopata desprezível desprovido de sentimentos? A ética passa pela noção do outro? Imagine-se como uma pessoa rica de forma que não precisasse pensar no dinheiro, você gastaria sem pensar nas consequências em algo fútil? Isto é ético? Como você gasta seu dinheiro é uma questão ética? Vamos um pouco mais além ... Digamos que você seja Deus Onipotente ... Para ser ético você deveria simplesmente salvar uma vida e/ou evitar o sofrimento do homem? O sofrimento atua positivamente no caráter? Sofrer é necessário? O sofrer torna a vitória mais saborosa? Em Matrix, Smith diz que existia uma Matrix diferente da atual onde não havia o sofrimento, mas o ser humano não reconheceu-se como homem neste comercial de margarina. Será que ele tem razão? Os videogames me fazem refletir sobre a vida. Por exemplo, tem uma frase que diz: "Et Ego in Arcadia" Que significa: "O Eu está em Arcadia"... Ou seja: A vida é uma espécie de Jogo, onde a aposta é a própria vida. Mas um jogo só vale a pena se tem um desafio e um chefão ou qualquer obstáculo que nos estimule a ultrapassar... O esforço e a recompensa devem estar equilibrados (mas não muito) senão perdemos o interesse. Que seria do Mario se não fosse o Rei Copa... Ou ainda o Batman sem o Curinga. Jesus sem a cruz. Jesus, não falaria tão alto aos nossos corações se não fosse o calvário e a crucificação. Mesmo assim isso não faz a cruz confortável. Nem o mal em bem. Não quero dizer que o mal é bom por permitir a expressão do amor de Cristo, em graça, no madeiro. Ao contrário, como a cruz não fica assim confortável, o mal continua mal e com justiça, no final, será tratado. No entanto o ato extremo de Cristo, esse sim, merece toda glória e o torna digno para romper os selos da existência e dar sentido ao livro da vida. Mas até o mal tem um propósito. E seu fim é a vergonha, desprezo e vitupério eterno. Se não tivesse, Deus não teria deixado o inimigo semear seu germe no mundo. Mesmo assim o jogo tem que ter seu clímax e então devemos fechar com chave de ouro. Que chave é essa? Apocalipse 1:18 diz, Eu sou o que vivo; fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre! e tenho as chaves da morte e do inferno. E completa... Em Apocalipse 3:7 Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre. E começar um novo desafio... 



Para terminar, fique com o texto Bíblico:

»APOCALIPSE [21]


1 E vi um novo céu e uma nova terra. Porque já se foram o primeiro céu e a primeira terra, e o mar já não existe. 2 E vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus, adereçada como uma noiva ataviada para o seu noivo. 3 E ouvi uma grande voz, vinda do trono, que dizia: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles. 4 Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. 5 E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve; porque estas palavras são fiéis e verdadeiras.
6 Disse-me ainda: está cumprido: Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem tiver sede, de graça lhe darei a beber da fonte da água da vida. 7 Aquele que vencer herdará estas coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. 8 Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte. 9 E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das sete últimas pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro. 10 E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a santa cidade de Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus, 11 tendo a glória de Deus; e o seu brilho era semelhante a uma pedra preciosíssima, como se fosse jaspe cristalino; 12 e tinha um grande e alto muro com doze portas, e nas portas doze anjos, e nomes escritos sobre elas, que são os nomes das doze tribos dos filhos de Israel. 13 Ao oriente havia três portas, ao norte três portas, ao sul três portas, e ao ocidente três portas. 14 O muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles estavam os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro. 15 E aquele que falava comigo tinha por medida uma cana de ouro, para medir a cidade, as suas portas e o seu muro. 16 A cidade era quadrangular; e o seu comprimento era igual à sua largura. E mediu a cidade com a cana e tinha ela doze mil estádios; e o seu cumprimento, largura e altura eram iguais. 17 Também mediu o seu muro, e era de cento e quarenta e quatro côvados, segundo a medida de homem, isto é, de anjo. 18 O muro era construído de jaspe, e a cidade era de ouro puro, semelhante a vidro límpido. 19 Os fundamentos do muro da cidade estavam adornados de toda espécie de pedras preciosas. O primeiro fundamento era de jaspe; o segundo, de safira; o terceiro, de calcedônia; o quarto, de esmeralda; 20 o quinto, de sardônica; o sexto, de sárdio; o sétimo, de crisólito; o oitavo, de berilo; o nono, de topázio; o décimo, de crisópraso; o undécimo, de jacinto; o duodécimo, de ametista. 21 As doze portas eram doze pérolas: cada uma das portas era de uma só pérola; e a praça da cidade era de ouro puro, transparente como vidro. 22 Nela não vi santuário, porque o seu santuário é o Senhor Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro. 23 A cidade não necessita nem do sol, nem da lua, para que nela resplandeçam, porém a glória de Deus a tem alumiado, e o Cordeiro é a sua lâmpada. 24 As nações andarão à sua luz; e os reis da terra trarão para ela a sua glória. 25 As suas portas não se fecharão de dia, e noite ali não haverá; 26 e a ela trarão a glória e a honra das nações. 27 E não entrará nela coisa alguma impura, nem o que pratica abominação ou mentira; mas somente os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.

»APOCALIPSE [22]
1 E mostrou-me o rio da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro. 2 No meio da sua praça, e de ambos os lados do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a cura das nações. 3 Ali não haverá jamais maldição. Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão, 4 e verão a sua face; e nas suas frontes estará o seu nome. 5 E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de luz de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os alumiará; e reinarão pelos séculos dos séculos. 6 E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer. 7 Eis que cedo venho! Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro. 8 Eu, João, sou o que ouvi e vi estas coisas. E quando as ouvi e vi, prostrei-me aos pés do anjo que mas mostrava, para o adorar. 9 Mas ele me disse: Olha, não faças tal; porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus. 10 Disse-me ainda: Não seles as palavras da profecia deste livro; porque próximo está o tempo. 11 Quem é injusto, faça injustiça ainda: e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, santifique-se ainda. 12 Eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo a sua obra. 13 Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro, o princípio e o fim. 14 Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes [no sangue do Cordeiro] para que tenham direito à arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. 15 Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira. 16 Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas a favor das igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã. 17 E o Espírito e a noiva dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida. 18 Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro; 19 e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão descritas neste livro. 20 Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém; vem, Senhor Jesus. 21 A graça do Senhor Jesus seja com todos.

Enfim... Game Over!!!