terça-feira, 23 de agosto de 2011

LOUVAREI NA TEMPESTADE

Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado. Habacuque 3:17

Louvarei na Tempestade
PG
Composição: Mark Hall

Tudo era tão certo
Você estaria aqui
Enxugando as lágrimas
Salvando o meu dia
Mas novamente
Eu digo amém
E ainda chove
Entre raios e trovões
Ouço a sua voz
Através da chuva:
"Eu sou contigo"
Sua misericórdia desce
Levanto as mãos e louvo ao Senhor
Que dá e tira

Louvarei na tempestade
Levantarei minha voz
Pois sei quem você é
Não importa onde estiver
Toda lágrima que cai
Está em tuas mãos
Nunca me abandonou
Mesmo em meio a escuridão
Na tempestade louvarei, Senhor

Eu me lembro quando
Caí em meio ao vento
Você ouviu o meu choro
E em amor me levantou
E agora já sem forças
Como continuar?
Se não posso achá-lo
Entre raios e trovões
Através da chuva:
"Eu sou contigo"
Sua misericórdia desce
Levanto as mãos e louvo ao Senhor
Que dá e tira

Louvarei na tempestade
Levantarei minha voz
Pois sei quem você é
Não importa onde estiver
Toda lágrima que cai
Está em tuas mãos
Nunca me abandonou
Mesmo em meio a escuridão
Na tempestade louvarei, Senhor

Meus olhos vêem os montes
Onde o socorro está?
Ele virá de ti
O criador dos céus e da terra ( 2x )


Louvarei na tempestade
Levantarei minha voz
Pois sei quem você é
Não importa onde estiver
Toda lágrima que cai
Está em tuas mãos
Nunca me abandonou
Mesmo em meio a escuridão
Na tempestade louvarei, Senhor

Sempre te louvarei
Na tempestade eu louvarei...
Louvarei...